24
Nov

Family Guy, um desenho sem limites

Postado por alexandre, às 20:00h

Family Guy

Sempre que eu falo pra alguém sobre este desenho, a maioria estranha ou tem apenas uma breve referência sem ter assistido. “Family Guy” ou “Uma família da Pesada” é sem dúvida, o desenho que me arranca gargalhadas com uma facilidade absurda. Só que isto pode não ser bom, pois também Family Guy é o desenho mais sem noção de todos os tempos, símbolo do que NÃO é politicamente correto.

Trata-se de uma família americana, com o pai, Peter Griphin, um chefe totalmente sem noção, escatológico, inteligência ao estilo Homer Simpson, casado com Lois, filha de uma família rica e que o pai odeia o seu marido.

Os filhos são Meg, filha completamente desprezada por todos, Chris, o filho gordo e pouco inteligente e o caçula Stewie, gênio do mal que odeia os pais. O cachorro da família, Bryan, é um esnobe de hábitos refinados e único que consegue conversar com Stewie.

Pois bem, os episódios são recheados de piadas escatológicas, preconceituosas, sem nenhum tipo de freio. Os demais personagens da cidade Quahog não ficam por baixo em termos de estereótipos. Tem Albert, o velho pedófilo, apaixonado por Chris, O policial paraplégico vizinho de Peter, Cleveland, vizinho negro, que depois ganhou uma série exclusiva, Quagmire, o viciado em sexo. O prefeito de Quahog é Adam West, ator que interpretava Batman na série dos anos 60

Os episódios trazem muita referencia a outros programas de TV, filmes, personalidades, tudo sem o mínimo de pudor ou restrição, inclusive sacaneiam a própria empresa produtora.

Enfim, não é desenho pra criança, embora a FX não respeite os horários e passe ao longo do dia.

Para os fãs de Star wars, três episódios especiais foram feitos com os personagens do mundo Family Guy recontando os filmes 4, 5 e 6. Impagáveis !

Deixe seu comentário
Tags:
Nenhum comentário
Copyright © 2012 TocaDoNerd.com.br - Blog Nerd