5
Nov

F1 Cópias Ilegais

Postado por alexandre, às 13:33h

Antes de mais nada, acho importante deixar claro que não sou a favor da pirataria, nem incentivador, ou qualquer coisa que o valha. Gosto de ter a mídia original, mas também não sou hipócrita em dizer que nunca vi ou tive em mãos uma cópia de uma produção.

Quem utiliza, já viu uma série de siglas que acompanham o nome do arquivo ripado e deve ter se perguntado o que significa. Vamos lá. Segue um breve resumo das siglas usadas na ripagem dos filmes, séries, etc.

CAM (CAM): Com uma câmera de vídeo digital (DV – Digital Vídeo), os grupos gravam a tela do cinema, normalmente na pré-estréia. Qualidade muito ruim, só com eco, etc. Pra quem quer Novidade / Lançamento antes de todo mundo, as vezes antes mesmo de entrar para o cinema. Sabe as vendas de filmes piratas nas ruas, ainda quando os filmes estão nos cinemas? São deste tipo

TeleSync (TS): O sistema é muito parecido com o CAM, porém o sistema de captação de áudio é externo, já o CAM é onboard (microfone de câmera). Isso ajuda e melhorar e muito na qualidade do som. Muito TeleSync é filmado em cinema vazio ou da cabine de projeção com uma câmera profissional, dando uma qualidade melhor do retrato e do som.

TeleCine (TC): Um TeleCine é máquina que copia filme do rolos de cinema para o sistema digital. O som e a imagem são muito boas, mas esses equipamentos são muito caros e raros.

R5: R5 se refere a um formato específico de DVD região 5. Em um esforço para competir com a pirataria, a indústria decidiu criar esse novo formato que é produzido mais rápido e mais barato do que os tradicionais DVDs. O que os difere dos DVDs tradicionais é que os R5 são transferidos diretamente de um tele cine sem qualquer tipo de processamento de imagem, e sem nenhum adicional. Isso permite que os filmes cheguem às lojas ao mesmo tempo em que os DVDs screeners são liberados. Às vezes os DVDs R5 são lançados sem áudio em inglês, exigindo que os grupos de pirataria usem o áudio de outra fonte. “Nesse caso o release possui a descrição “.LINE” para distinguir daqueles que possuem o áudio do original.

A qualidade da imagem de um R5 geralmente pode ser comparada com um DVD screener. A qualidade é melhor que dos Tele cines porque no caso dos R5 é usado equipamento profissional.

Antigamente os R5 eram chamados de Tele cines, DVCD screeners ou até mesmo DVD rips. No final de 2006 alguns grupos como o DREAMLIGHT, mSs e PUKKA passaram a nomear seus Releases de “.R5” e sugeriram a outros grupos que fizessem o mesmo.

SCREENER (SCR): Geralmente fitas VHS promocionais que são enviados aos distribuidores, jornalistas e imprensa antes da venda. Porém existe algum tipo de material informativo, em forma de texto passando pela tela, ou aparecendo por um determinado tempo, ou até mesmo deixando o filme em preto e branco. Por isso significa que o VHS não é comercial

DVD-SCREENER (DVDscr): A qualidade é idêntica de um DVD comum, porém existe algum tipo de material informativo, em forma de texto passando pela tela, ou aparecendo por um determinado tempo, ou até mesmo deixando o filme em preto e branco. Por isso significa que o DVD não é comercial, o DVD comprado em lojas. Ele é para divulgação, distribuídos antes do lançamento, normalmente para jornalistas e imprensa. Pré-lançamento!

DVD-RIP (DVDRip): Uma cópia exata do DVD final liberado (aquele encontrado em lojas). Algumas vezes pode ser versão do diretor, o que é raro, mas é o mesmo do DVD comercializado.

VHS-RIP (VHSRip): Uma cópia exata do VHS final liberado, principalmente dos vídeos de skating/sports e de XXX.

TV-RIP (TVRip): Simplesmente a ripagem da TV da rede (capturado usando caixas digitais de cabo/satellite preferivelmente) ou PRE-AIR das alimentações de satélite que emitem direto às emissoras de TV, alguns dias antes da exibição. É capturado com uma placa de video-captura digital ligada num slot PCI do PC, geralmente dando os melhores resultados, o formato quase sempre é em MPEG ou AVI podendo ser convertido em VCD/SVCD/DivX/XviD.

WORKPRINT (WP): É uma cópia do filme que não foi terminada. Pode ter cenas incompletas, músicas e a qualidade podem variar. Algum WPs são muito diferente da cópia final e outros podem conter cenas extras. WPs pode ser agradável à coleção. Hoje em dia, muitas ADD (adicionais) de DVD, contêm essas cenas que são cortadas do filme final.

DivX Re-Enc: Um DivX re-enc-enc é uma transformação de sua fonte original, por exemplo VCD, e re-codificada para DivX. O objetivo é diminuir o tamanho original do arquivo, para outro bem menor. Encontrado geralmente em partes, como Film.Name.Group(1of2) etc… Lógico, que a qualidade do filme diminui também.

Watermarks: A maioria dos filmes são dos Asian Silvers/PDVD (pessoas do oriente que disponibilizam os filmes muito facilmente e a um preço pequeno, são geralmente gravados em DVD, mas encontramos também em formato VCD). Eles têm uma letra inicial ou um logo pequeno, geralmente em um dos cantos do filme. Os mais famosos são “Z”, “A” e “Globe”.

TELAS DE RELAÇÃO DE ASPECTO (Aspect Ratio Tags)
WS – Widescreen (letterbox)
FS – Fullscreen

 

Fonte: Significados das siglas e códigos de vídeos baixados da internet http://www.dicasparacomputador.com/significados-das-siglas-e-codigos-de-videos-baixados-da-internet#ixzz22yy1GqV2

Deixe seu comentário
Tags:
Nenhum comentário
Copyright © 2012 TocaDoNerd.com.br - Blog Nerd